PESQUISAR

26 de abril de 2010

A arte de elaborar um bom currículo

Hoje vou abordar um tema muito importante. Como desenvolver um bom currículo.

O currículo pode ser chamado de “chave que pode abrir portas”. Como assim? Podemos chamá-lo de chave porque ele pode figurativamente “abrir as portas” das empresas para nos convidarem para uma entrevista que em geral é o início de um processo seletivo.

Se o currículo NÃO contiver as informações necessárias ao entrevistador e, além disso, não estiver visualmente atraente, as chances de uma entrevista podem cair totalmente por terra.

Eu costumo dizer que desenvolver um bom currículo é uma arte. Isso mesmo! Criar um currículo atraente requer conhecimento, atenção e muita paciência, visto que, dependendo do currículo, pode-se levar literalmente horas para concluí-lo.

Vamos às dicas!


Um currículo que eu costumo chamar de “sem futuro” tem as seguintes características:

1. Os números dos documentos do aspirante a vaga (RG, CPF, etc.).
2. Assinatura no final.
3. Erros ortográficos.
4. Nome da Mãe, do Pai.
5. Cores e mais cores, textos mal formatados (todos os caracteres maiúsculos e centralizados, por exemplo)
6. Muitas informações e pouco espaçamento.

Portanto, nunca insira estas informações em seu currículo.

Já um bom currículo deve seguir a seguinte estrutura:

1. Dados pessoais: Em primeiríssimo lugar inicie com seu nome completo em destaque. Para destacá-lo aumente o tamanho da fonte, ponha em negrito, etc. Destaque-o, mas não exagere.

Os dados para contato são muito importantes, como seu endereço completo com CEP. Ponha todas as formas de contato possíveis: telefone fixo, celular, telefone para recados e email, caso possua.

Por falar em e-mail, tenha muita cautela. Qual reação você imagina que um entrevistador terá ao ver que seu endereço de correio eletrônico começa com “chiquinhomalucorj123@opa.com.br”. Por isso ponha emails que soam de uma forma mais profissional.

E não se esqueça de mencionar seu estado civil, idade e número de filhos.

2. Objetivo profissional: Em seguida mostre que você é uma pessoa que sabe perfeitamente o que quer por colocar seu objetivo profissional. Exemplo: “Atuar na área de suporte em tecnologia da informação”.

O objetivo profissional deve ter no máximo uma linha. Nunca ponha mais de um objetivo.

3. Resumo das qualificações: O resumo profissional não deve ser esquecido, pois a partir dele o entrevistador identificará se você tem o perfil que a empresa necessita.

Exemplo:

Profissional com certificação MCSE e mais de cinco anos de experiência na área de suporte em tecnologia da informação.”. Este breve resumo deve ter no máximo três linhas.

4. Experiência profissional: Como sugestão ponha somente os três últimos empregos, começando do último. Ponhas as datas de entrada e saída de cada empresa. Se você no momento está trabalhando, pode-se incluir esta informação da seguinte forma: “Período: de 16 de outubro de 2007 até a presente data”.

Organize essas informações, por exemplo, na forma Nome da empresa seguida pelo período trabalhado. Ponha embaixo o cargo e as atividades exercidas.

Exemplo:

Disneylândia USA – Período: 18 meses (01/01/2006 à 1/08/2007)
Analista de Suporte
Atividades desempenhadas: Realizava administração e suporte em toda a rede de computadores...

5. Formação acadêmica: Ponha sua última formação. Não há necessidade de mencionar que possui ensino médio se você já é formado num curso superior, não é verdade?

Se no momento você, por exemplo, está cursando o ensino médio ou superior, mencione o ano ou o período que está em andamento.

Informe também os cursos de especialização mais relevantes com a área almejada. Para que mencionar seu curso de "Doces, Tortas e Salgados" se você disputa a uma vaga para Analista de Sistemas? Para os colegas de TI, podem-se inserir neste campo suas certificações como MCP, MCITP, CCNA, etc.

6. Informações complementares: Informações relevantes como: Inglês fluente, disponibilidade para viagens, voluntário do projeto Renascer...

Não se esqueça de executar o assistente de verificação ortográfica de seu editor de textos preferido ao concluir seu currículo.

Revise várias vezes seu currículo. Mantenha-o atualizado!

Solicite regularmente para amigos experientes revisarem seu currículo. Peça sugestões sinceras.

Isto é o básico para um bom currículo. Em breve irei disponibilizar outras dicas.

Também não me esqueci dos que nunca trabalharam e que, portanto buscam o seu primeiro emprego. Em breve também postarei dicas úteis e detalhadas sobre esta nobre missão.

Este post lhe foi útil? Então não deixe de postar o seu comentário. Ele é muito importante!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Nos comentários poderão existir informações que poderão lhe ajudar a resolver seu problema.