PESQUISAR

28 de novembro de 2010

Como descobrir rapidamente o IMEI de seu telefone móvel

Em alguns casos, é necessário descobrir o IMEI de seu celular. Mas o que é IMEI?

IMEI nada mais é do que o número de série (S/N) de seu aparelho. Este código é necessário para quebrar bloqueios de operadora e habilitar/desabilitar serviços diversos.

Evidentemente o IMEI ou S/N pode ser visualizado retirando a tampa e bateria de seu telefone. Também pode ser visto em alguma etiqueta colada na própria caixa aonde veio seu aparelho.

No entanto, é possível que você não tenha mais a caixa de seu telefone ou que o IMEI registrado no corpo de seu celular esteja apagado ou ainda que você deseje visualizar o IMEI rapidamente; dispensando desligar o aparelho, retirar a tampa e em seguida a bateria.

Como visualizar o IMEI de seu telefone celular rapidamente

16 de novembro de 2010

Parte 1 - Como reparar a inicialização do Windows 7, Vista e Server 2008: Correção automática de inicialização e o comando BOOTSECT

Hoje iremos tratar do seguinte assunto:

Como corrigir problemas de inicialização no Windows 7, Vista e Server 2008.

Imagine que depois de um longo e estressante dia de trabalho, você está "doido" para chegar em sua casa para jogar seu game preferido ou ficar baixando "futilidades" da Internet. Quando você liga o PC, nota que o Windows 7 não pode mais ser carregado, surgindo aquela maldita tela preta, com mensagens de erro indicando que existem problemas com a inicialização do sistema operacional. Uma dessas mensagens pode estar relacionada ao serviço BOOTMGR (Windows boot manager) que é o código mestre de inicialização nativo do Windows 7, Vista e Server 2008.

No Windows XP e Server 2003, resolver este tipo de problema é fácil. Basta executarmos os famosos comandos FIXBOOT ou FIXMBR. (Clique aqui para aprender como executar o FIXBOOT e outros recursos.)

Mas no Windows 7, Vista e Server 2008 as coisas são um pouco diferentes.

Inicialmente iremos aprender como executar o reparo automático de problemas de inicialização. Em seguida aprenderemos a executar o comando BOOTSECT para corrigirmos falhas de boot. E posteriormente veremos outros recursos interessantes.

Como executar a correção automática de inicialização (Startup Repair)

20 de outubro de 2010

Assumindo o controle total do computador sem fazer logoff de uma conta restrita de usuário

Dica válida para Windows XP e Server 2003.

Tempos atrás eu postei esta dica.

Mas o post mencionado se resume em apenas executar alguns recursos avançados do Windows com a opção "Executar como..."

Hoje vou ensinar uma dica semelhante a esta, porém, mil vezes melhor!

CENÁRIO:
Digamos que num belo dia o usuário Francisco Bezerra liga para você solicitando suporte. Ele menciona que não consegue acessar os arquivos localizados no servidor da corporação. Daí você chega até ao computador e identifica que nas propriedades do TCP/IP o adaptador de rede local está configurado para receber um endereço IP automaticamente quando na realidade deveria estar configurado com um endereço IP estático.
Para corrigir isto você deve acessar as configurações do TCP/IP, no entanto, a conta do usuário é restrita, ou seja, não tem os privilégios necessários para configurar as propriedades do TCP/IP. E você se dá conta que o recurso "Executar como..." não funciona neste caso.

Além disso, o usuário precisa que você instale diversos softwares necessários ao seu trabalho e mais uma vez a conta de Francisco Bezerra não permite a instalação dos mesmos.

Some-se a isto o fato que o usuário não pode fazer logoff, visto que no momento uma tarefa de backup está em execução e não pode de jeito nenhum ser cancelada.

E agora? Você precisará aguardar o backup ser finalizado para fazer o logoff da conta de Francisco Bezerra para em seguida efetuar logon com sua conta detentora de privilégios administrativos?

"O pulo do gato!" Passando a perna no Windows!

27 de setembro de 2010

Automatizando o backup do Arquivo de Pastas Particulares (arquivo.PST) com a ferramenta PFBACKUP

Dica válida para o Outlook XP e SUPERIORES.

Em muitas corporações, é corriqueiro encontrarmos diversos usuários utilizando uma das versões do Microsoft Office Outlook como cliente de email. E muitos destes mesmos usuários possuem uma infinidade de emails, alguns talvez datando da "época dos dinossauros". Com isso, caso ocorra uma falha fatal no disco rígido do computador, todos os emails e contatos serão perdidos.

Para evitar este tipo de problema, algumas corporações selecionam um servidor para hospedar o arquivo de Pastas Particulares (
O Outlook armazena todos os emails e contatos do usuário num arquivo com extensão PST. Exemplo: fulano.pst) de todos os usuários da empresa, como meio de segurança, caso o HD da estação dos colaboradores venha a se danificar fatalmente. Este servidor pode ser chamado de "servidor de PST's".

No entanto, esta prática pode gerar lentidão no Microsoft Outlook, de modo que sua execução pode tornar-se lenta nas estações, tendo em vista que diversos usuários podem estar acessando o Outlook simultaneamente e com isso o servidor de PST's tende a ficar sobrecarregado.


Por isso, existe uma alternativa simples para resolvermos esta questão. Podemos manter o arquivo PST de cada usuário em suas respectivas estações e adicionalmente instalarmos uma ferramenta para executar um  backup automático do arquivo PST local movendo assim a cópia do mesmo para o servidor de PST's. Além disso, podemos repassar para o usuário a responsabilidade de realizar o backup de seus próprios emails e contatos.

A ferramenta que usaremos chama-se Backup de Pastas Particulares, mais conhecida como PFBACKUP (Personal Folders Backup). Para fazer o download do PFBACKUP clique aqui.


Instalando e configurando o PFBACKUP


20 de setembro de 2010

Corrigindo o problema: "A Janela Pesquisar sempre abre quando clico duas vezes sobre qualquer pasta"


Já vi este problema acontecer algumas vezes. O usuário clica duas vezes com o botão esquerdo do mouse sobre uma pasta para visualizar seu conteúdo e ao invés de surgir o conteúdo da mesma, a janela Pesquisar aparece repentinamente.

O usuário somente consegue visualizar o conteúdo da pasta clicando com o botão direito do mouse sobre a mesma e em seguida clicando com o botão esquerdo em Abrir.

Felizmente existe uma solução bem simples para corrigirmos este problema. Mas para isso, deve ser feito a edição do Registro do Windows.

Antes de executar o procedimento, por precaução, faça um backup do Registro:

Como fazer o backup do registro

1. Clique  no menu IniciarExecutar (Windows XP e Server 2003) ou clique no menu Iniciar -  Pesquisar programas e arquivos (Windows 7 e Server 2008 R2).

2. Digite regedit

3. No Editor de Registro do Windows, clique em Meu computador

4. Em seguida clique em Arquivo - Exportar...

5. Em "Salvar em:" Escolha o local onde você salvará o backup do registro. Em "Nome do arquivo:" digite um nome para seu backup e em seguida clique em Salvar.

Caso surja algum problema após editar o registro (como será ensinado a seguir), basta restaurar o registro.

Como restaurar o backup do registro

1.Clique  no menu IniciarExecutar (Windows XP e Server 2003) ou clique no menu Iniciar -  Pesquisar programas e arquivos (Windows 7 e Server 2008 R2).

2. Digite regedit

3. No Editor de Registro do Windows, clique em Meu computador

4. Em seguida clique em Arquivo - Importar...

5. Na janela "Importar arquivo de registro" selecione o backup salvo anteriormente e depois clique no botão Abrir.

Solucionando o problema incômodo

13 de setembro de 2010

Como gerenciar o Active Directory Windows Server 2003/2008 a partir do Windows XP com as Ferramentas administrativas

Dica válida para Windows XP e Server 2003.

Embora eu seja certificado pela Microsoft, ainda não havia postado nada diretamente relacionado sobre administração de redes baseadas em domínio nas plataformas Windows Server 2008 e 2003.
Portanto a partir de hoje também passarei a postar matérias relacionadas a estes importantes sistemas operacionais.

Hoje abordarei uma simples, mas poderosa ferramenta de administração remota de servidores chamada ADMINPAK.

Com a instalação do ADMINPAK, você poderá ter as ferramentas administrativas do Windows Server 2003 e 2008 dentro do seu Windows XP. Com isso, você poderá administrar praticamente todos os recursos do controlador de domínio (também chamado de DC) como o Active Directory a partir de seu próprio Windows XP, ou seja, dispensando o uso de ferramentas de conexão remota como o UltraVNC e Conexão de área de trabalho remota para gerenciar seu DC.

O que saber antes de instalar esta ferramenta
  • Acredito não ser nenhuma novidade para você que obrigatoriamente seu computador deve fazer de um domínio baseado no Active Directory.
  • Evidentemente você deve ser membro do grupo Administradores do domínio.
  • Há quem diga que o ADMINPAK pode ser executado apenas para gerenciar o Windows Server 2003. No entanto, após vários testes confirmei que o mesmo pode ser usado para gerenciar o Windows Server 2008 versão 32 BITS. Porém, ainda NÃO tentei gerenciar o Windows Server 2008 R2. Portanto, este tutorial NÃO se destina ao gerenciamento do Windows Server 2008 R2 através da ferramenta ADMINPAK.

Onde encontrar esta ferramenta

Parte 1 - Comandos úteis para uso em redes de computadores (O comando PING é mais do que você imagina!)

Dica válida para todos os sistemas Windows

Como atuo na área de suporte há vários anos, ao longo do tempo aprendi vários comandos que hoje são indispensáveis para o meu cotidiano. Por esse motivo, vou compartilhar alguns deles com vocês. Postarei desde comandos básicos (porém, mais incrementados) passando até aos menos utilizados. E são estes últimos (os comandos menos utilizados) que farão toda a diferença em suas tarefas de suporte, caro amigo. 

Este post é o início de uma série de artigos.

Significado de alguns termos utilizados nesta série de posts

HOST
: Um host é qualquer dispositivo que esteja conectado à rede. Um host pode ser uma impressora com NIC onboard, um roteador, print server, computador, etc. Todo HOST possui um endereço IP.
 

SERVIDOR DHCP
: Servidor responsável por atribuir automaticamente endereços IP a quase todos os tipos de hosts de uma rede. Porém, existem hosts que possuem seu endereço IP configurado manualmente pelo administrador e , portanto não necessitam de um servidor DHCP.


SERVIDOR DNS: Servidor responsável pela resolução de nomes no domínio. Por exemplo:
Quando você digita server01, o servidor DNS tenta resolver este nome para o endereço IP associado ao nome do host (server01), para que assim você obtenha acesso a este computador. Este processo pode ser chamado de resolução direta.


DNS REVERSO: Se o papel do DNS é resolver nomes de domínio para endereços IP, o DNS reverso é justamente o contrário. Quando você apenas sabe o endereço IP do HOST e não o nome de domínio do mesmo, o DNS reverso entra em ação.

Exemplo de DNS convencional:

Nome do host totalmente qualificado (FQDN): server01.rococa.com (nome do servidor no domínio rococa.com) "resolvido" para o IP 192.168.0.1

Exemplo de DNS reverso:

O IP 192.168.0.1 "resolvido" para o FQDN server01.rococa.com

Antes de começar

Evidentemente todos os comandos devem ser executados preferencialmente com uma conta de usuário com privilégios de Administrador.

Todos os comandos devem ser digitados numa janela de prompt de comandos. Para abrir esta janela faça:

1.  Clique  no menu Iniciar - Executar (para Windows XP e Server 2003) ou clique no menu Iniciar Pesquisar programas e arquivos (Windows 7 e Server 2008 R2). Para Windows Server 2008 clique no menu Iniciar - Iniciar Pesquisa.

2. Digite CMD no campo apropriado em seguida pressione Enter.

3. A janela cmd.exe será aberta. 

O comando PING

20 de agosto de 2010

Como criar um compartilhamento oculto

Dica válida para todos os sitemas Windows.

Você que é administrador de redes sabe perfeitamente que todos os recursos compartilhados de um ou mais servidores ficam visíveis ao serem acessados por usuários.
Digamos que você possua um servidor chamado SERVER01 e que existam 20 pastas compartilhadas no mesmo. Cada pasta corresponde a um setor. Por exemplo: Pastas RH, DP, TI, CUSTOS, COMPRAS, etc. Estas pastas foram configuradas de modo que, por exemplo, somente usuários do setor RH consigam acessar a pasta RH e assim sucessivamente. Mas, imaginemos que o usuário GLIMA do setor DP acesse o servidor SERVER01. (seja pelo caminho UNC \\server01 ou através de Meus locais de rede). Com isso, todas as pastas compartilhadas estarão visíveis para GLIMA, porém, dependendo das configurações , ele apenas conseguirá acessar sua pasta DP.

No entanto, como medida de segurança, é possível que você deseje configurar uma pasta compartilhada, porém, que fique OCULTA.
Digamos que você configurou a pasta RH com o compartilhamento oculto. Isso quer dizer que, como no exemplo anterior, se GLIMA acessar o servidor SERVER01 ele conseguirá visualizar todas as demais pastas, menos a pasta RH. Será como se ela não existisse.

Criando um compartilhamento oculto

17 de agosto de 2010

Dicas de comportamento nas Redes Sociais

O tema redes sociais é bastante abrangente e vejo como positivo as redes que influenciam as relações profissionais. Por experiência própria digo que nossas relações de trabalho alcançam distâncias bem além daquelas que esperamos e conseqüentemente resultados ainda mais inesperados.

Podemos conhecer pessoas de todos os cantos do planeta e trocar experiências. O que não podemos esquecer é que na maioria das vezes, essas redes refletem aquilo que somos e com isso é imprescindível que sejamos verdadeiros com as expressões colocadas nos textos publicados.

Tem um artigo na revista Information Week de julho de 2010 que relata os dez mandamentos de como se comportar numa rede social, são eles:

9 de agosto de 2010

Piriform Defraggler - Excelente software para desfragmentação de disco

Como ainda estou sem tempo para postar matérias mais complexas, decidi postar sobre um software que me surpreendeu semana passada. O computador que utilizo aqui na empresa onde trabalho estava muito lento e como teste decidi executar este software. E não é que meu computador ficou consideravelmente mais rápido!? E o melhor de tudo: O software é gratuito!

Eu particularmente gostei dele porque o mesmo possui características bem interessantes. Por exemplo: Com ele você pode desfragmentar pastas e arquivos específicos, fazer com antecedência uma verificação de erros no sistema de arquivos do disco, executá-lo em segundo plano, agendar desfragmentação ou desligamento do computador, etc.

Executando o Piriform Defraggler

4 de agosto de 2010

Onde estão as novas postagens?

Olá amigos!

Quem está acompanhando meu blog ao longo destes três meses e meio, já percebeu que não estou postando tanto como antes. Acontece que falta muito pouco para minha primeira filha nascer e com isso, as coisas estão bem agitadas em minha vida. Por esse motivo confesso que está complicado postar. Em virtude desse fato, ficarei algum tempo sem publicar matérias mais detalhadas. Talvez, até mesmo matérias curtas será difícil.

24 de julho de 2010

Para onde a TI está caminhando?

As novas tecnologias e a globalização fizeram com que houvesse uma necessidade desenfreada de criação de formas de comunicação e formas de interação entre os mais variados ambientes. As redes de longa distância se expandiram de uma forma rápida e alcançaram os quatro cantos do mundo.

A TI mostrou-se capaz de desenvolver-se através de várias frentes em sua jornada de conectar pessoas com máquinas de vários tipos. O próprio ser humano faz parte desse contexto com gerações que se adequaram a modernidade de comunicação e outras, mais recentes, que já nasceram digitais.

22 de julho de 2010

Como executar uma instalação UNATTENDED (reinstalação do sistema sem perda de dados) no Windows XP e Server 2003

Se o Windows XP ou Server 2003 ainda estiverem carregando (ou mostrando) a área de trabalho, sendo que você desconfia que os mesmos estejam corrompidos, você tem a opção de executar uma instalação UNATTENDED.

A instalação UNATTENDED consiste numa reinstalação do Windows, porém sem perda de dados. Não é necessário inicializar o computador a partir do CD de instalação do Windows XP/Server 2003 para executar o processo de reparação. Não será solicitada nenhuma configuração, nem será pedida a chave do sistema operacional (serial do Windows). E, além disso, o perfil do usuário será preservado, ou seja, não será necessário reconfigurar Outlook, catálogo de endereços, atalhos, impressoras de rede, mapeamentos, etc e etc.

Como executar uma instalação UNATTENDED?

21 de julho de 2010

Aplicando diretivas (GPOs) sem reiniciar ou fazer logoff

Dica válida para Windows 7, Vista, Server 2008, XP e Server 2003

Digamos que você como Administrador configurou novas GPOs para a rede que você gerencia. Daí, você deseja testar em um servidor membro se as novas diretivas serão corretamente aplicadas. Mas como mencionei você deseja testar um servidor membro, ou seja, um computador que na grande maioria das vezes não pode ser reinicializado a qualquer momento. E agora?

Forçando a aplicação de novas diretivas de domínio (GPOs)

Descobrindo quais são as diretivas (GPOs) que estão sendo aplicadas a uma conta de usuário/computador

Atualizado em 26/03/2014

Dica válida para Windows 7, Vista, Server 2012, 2008, XP e Server 2003.

Em médias e grandes redes corporativas, normalmente existe um servidor que aplica diretivas de segurança a todas as contas de usuários e computadores da rede. Normalmente este servidor é um controlador de domínio rodando o Windows Server 2003 ou 2008 e pode ser configurado pelo administrador da rede para aplicar as mais diferentes diretivas de segurança no domínio.
Por exemplo: O administrador pode estipular no servidor que todos os usuários do domínio sejam obrigados a configurar uma senha com no mínimo oito caracteres. Além disso, o administrador pode impedir por meio de diretivas que os usuários possam alterar o papel de parede, executar arquivos MP3, MPG; impedir acesso a todo o painel de controle, etc. Enfim, as mais diversas diretivas podem ser aplicadas.

Por esse motivo, em dado momento pode ser necessário que o administrador ou o usuário da rede necessite verificar quais são as diretivas que estão sendo aplicadas a sua conta de usuário bem como em sua conta de computador.


Como descobrir quais são as diretivas que estão sendo aplicadas


10 de julho de 2010

Como descobrir em qual data seu Windows foi instalado

Dica válida para Windows 8, 7, Vista, Server 2008, XP e Server 2003.

É possível que mais cedo ou mais tarde você necessite saber em qual data o Windows foi instalado num determinado computador, seja em seu micro pessoal, seja numa estação de trabalho ou ainda em um servidor.

Conhecendo a data em que o Windows foi instalado, você poderá ter uma noção em qual dia o HD do computador foi formatado. Esta informação pode ser útil se, por exemplo, você estiver em dúvida que uma estação de trabalho deva ser formatada ou não. Se você descobrir que o computador passou por uma formatação recentemente, é bem possível que o problema desta estação não seja resolvido com tal procedimento.

No entanto, conhecer a data da instalação não significa que o computador foi formatado neste dia, visto que o Windows pode ter sido instalado sem necessariamente formatar o disco rígido no qual o sistema operacional se encontra. Porém, caso você identifique que um computador apresenta a informação que o Windows foi instalado há anos atrás, pode ser que o processo de formatação resolva determinado tipo problema.

Então vamos à dica:

Conhecendo a data da instalação original

30 de junho de 2010

Como testar um computador que apresenta falha intermitente ou que acabou de ser reparado

Dica válida para Windows 7, Vista, Server 2008, XP e Server 2003.

Esta dica é muito interessante.

Digamos que você como técnico de suporte acabou de efetuar o reparo num determinado computador. O defeito deste micro consistia no mesmo reinicializar intermitentemente. Quando disse "intermitentemente", eu quis dizer que o problema mencionado, hora acontece, hora não acontece.

Daí você acredita que ao substituir um pente de memória neste computador o problema citado não aconteceu mais, pelo menos até o momento. Visto que o problema é intermitente, seria interessante que você pudesse trabalhar neste computador durante, pelo menos, um dia inteiro a fim de verificar se o defeito acontece novamente, tendo em vista que a falha não tem hora certa para acontecer. O problema é que você não dispõe de tempo suficiente para trabalhar neste micro o dia inteiro. E agora?

Esta dica consiste na criação de um arquivo com extensão .BAT que faz com que o processador trabalhe intensamente. E quanto mais instâncias deste arquivo forem executadas, mais memória RAM será consumida. Este teste é interessante, pois possibilita que o computador trabalhe fortemente, sendo assim um bom teste objetivando verificar se o problema mencionado anteriormente (computador "resetando" intermitentemente) voltará a acontecer. Daí é apenas uma questão de você checar de vez em quando se o sistema está exatamente como você o deixou anteriormente (ou seja, executando o "arquivo.BAT").

Uma simples solução

26 de junho de 2010

Como instalar uma placa de rede virtual no Windows 7 e Server 2008 (Microsoft Loopback Adapter)

Dica válida para Windows 7, Vista e Server 2008.

Para aqueles que trabalham com o Windows desde a versão NT o Microsoft Loopback Adapter é um recurso bem conhecido. Com ele podemos simular a instalação e configuração de uma placa de rede, ou seja, uma placa de rede virtual.

Mas a pergunta que não se cala é:

Pra que instalar uma placa de rede virtual? 

Com uma placa de rede virtual podemos conectar nosso computador com um ou mais ambientes virtualizados, ou seja, com máquinas virtuais instaladas em nosso computador. Estas "máquinas" podem ser criadas em softwares de virtualização de computadores como o VirtualBox, Virtual PC entre outros.

Muitos, assim como eu, instalam máquinas virtuais com o intuito de criar verdadeiras redes de computadores, conectando assim seu micro com uma ou mais máquinas virtuais que estejam rodando o Windows Server 2003, 2008, Linux, etc.

Como instalar o Microsoft Loopback Adapter

19 de junho de 2010

Como fazer backup de drivers com o software DriverMax

Não adianta! Mais cedo ou mais tarde um computador deverá ser formatado.

Imagine o seguinte cenário:

Você é um técnico de suporte autônomo. Num belo dia, um de seus clientes que mora bastante longe de você solicita a sua presença na residência dele para realizar um reparo num computador. Ao se deparar com o problema do micro, você constata que é indispensável fazer a formatação do PC. Você pergunta ao seu cliente:
- O senhor tem os drivers de seu PC, aqueles CD's que vieram quando você comprou seu computador?
O cliente responde:
- Não tenho nenhum CD.

Daí você percebe que a conexão com a internet de seu cliente está extremamente lenta. Isto quer dizer que baixar todos os drivers do micro poderá demorar muito tempo. E agora?

A solução é o software DriverMax. Com ele você poderá fazer o backup dos drivers antes de formatar o HD do computador.

Como fazer o backup de drivers com o software DriverMax

18 de junho de 2010

Como detectar se um disco rígido está defeituoso através do Visualizador de Eventos

Dica válida para Windows 8, 7, Vista, Server 2008, 2012, XP e Server 2003.

Hoje vou explicar como identificar se um HD possui setores defeituosos (os chamados Bad Blocks) com o Windows. Muita gente não sabe, mas o Windows nos informa sobre diversos problemas relacionados ao computador, tanto em nível de hardware como de software.

Como detectar se um disco rígido possui setores defeituosos

12 de junho de 2010

Resolvendo o problema: Impressora imprimindo caracteres estranhos (lixo) sem parar

Fonte da imagem: http://ecomspace.ru





É comum vez por outra uma impressora começar a imprimir caracteres estranhos, também chamado de "LIXO" por muitos técnicos. E a impressora simplesmente começa a imprimir este "LIXO" infinitamente. Existem seis possíveis causas para este problema:




  1. Problema no serviço Spooler de impressão no computador que atua como servidor de impressão.
  2. Problema no serviço Spooler de impressão de um ou mais computadores que imprimem na impressora problemática através da rede.
  3. Arquivos corrompidos na subpasta PRINTERS do servidor de impressão ou em uma ou mais estações cliente.
  4. Dados de impressão corrompidos na memória da impressora.
  5. Driver da impressora corrompido.
  6. Impressora defeituosa.
      Siga o passo a passo deste post. Se um procedimento não der certo, tente o próximo e assim por diante.

      Como executar recursos com privilégios de Administrador sem fazer logoff de uma conta de usuário restrito (Utilizando o "Executar como...")

      Dica válida para Windows XP, 7, 8, Server 2003, 2008 e 2012

      Em redes corporativas normalmente existem dois tipos de contas de usuário:
      • Conta de usuário com privilégios Administrativos (Ex: Usuário que é membro do grupo Administradores, Administradores do domínio, etc.)
      • Conta de usuário com privilégios restritos (Ex: usuário que é membro do grupo Usuários do domínio)
      Uma conta de usuário com privilégios restritos não pode, por exemplo, instalar ou remover softwares, drivers e nem pode acessar recursos avançados do sistema.

      Quando um técnico de suporte da área de TI necessita acessar recursos avançados do sistema operacional num computador em que um usuário com privilégios restritos está "logado", não é necessário que o técnico faça logoff da conta do usuário restrito e em seguida fazer logon com uma conta que possua privilégios de Administrador. Basta que o técnico utilize o recurso "Executar como..."

      CENÁRIO
      Digamos que o técnico João Quintella está atendendo a um chamado de suporte no computador do usuário restrito Frederico Alves. Quando João acessa o computador, ele verifica que se faz necessário acessar o painel de controle e executar o "Adicionar ou remover programas". Daí João se lembra que a conta pela qual ele está logado é a conta frederico.alves, ou seja, uma conta com privilégios restritos. Além disso, João costuma utilizar a conta padrão de domínio "Administrador" sempre que necessário. E agora? João precisa fazer logoff e em seguida fazer logon com a conta "Administrador"?

      Como utilizar o recurso "Executar como..."

      31 de maio de 2010

      Esqueci a senha da minha conta de usuário! Não consigo mais acessar meu computador! E agora?

      Dica válida para Windows 7, Vista, Server 2008, XP e Server 2003.


      Última atualização: 28/11/2013

      Já vi muito isso acontecer. Um usuário definiu uma senha para sua conta e acabou esquecendo a senha da mesma. Daí você verifica que até a conta local ADMINISTRADOR possui uma senha que ele também desconhece.
      E agora?

      Uma ferramenta muito útil é o HIREN'S BOOTCD. Clique AQUI para baixá-lo (Caso não consiga baixar a última versão, baixe a versão 10.6 clicando AQUI). O Hiren's BootCD na realidade é um KIT com diversas ferramentas para recuperação de desastres, exames de diagnóstico e muito mais. Uma dessas ferramentas consiste em redefinir ou "resetar" senhas de contas de usuário.

      Ao concluir o download do Hiren's BootCD você verificará que o mesmo encontra-se no formato ISO. Isto quer dizer o arquivo baixado é uma imagem de um CD/DVD. Para executar o Hiren's BootCD você deverá gravar o arquivo ".ISO" em um CD/DVD através de softwares de gravação de CD/DVD tais como o Nero.

      Para quem usa o Windows 7, o mesmo conta com o suporte nativo a gravação de arquivos de imagem. Ao baixar o arquivo no formato ISO faça:
      1. Clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo .ISO e clique com o botão esquerdo do mouse sobre Abrir com - Gravador de imagem do disco do Windows
      2. Depois, em "Gravador de discos" selecione sua unidade gravadora de CD/DVD.
      3. Finalmente clique em Gravar.
      IMPORTANTE!

      • O Hiren's boot CD deve ser iniciado antes do carregamento do sistema operacional. Isto significa que você deverá configurar o setup de seu micro para que seu drive de CD/DVD seja o primeiro dispositivo a ser inicializado.
      • Este processo não apagará nenhum arquivo de seu computador.

      Redefinindo ("resetando") a senha da conta ADMINISTRADOR com o Hiren's BootCD

      28 de maio de 2010

      Introdução ao protocolo IP versão 6 (IPv6) - vídeo aula


      Por mais que estejamos acostumados ao protocolo IP versão 4 (IPv4), o nosso querido protocolo de quarta versão está com os dias contados. O IPv6 já é uma realidade e aos poucos se ouve dizer cada vez mais sobre ele. Portanto, podemos dizer que a migração para o protocolo IPv6 será inevitável.

      Pensando nisso o  Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) oferecem através do site http://www.ipv6.br/ a vídeo aula "Curso de Introdução ao IPv6". 

      De acordo com esta página, os autores são:
      • Antonio M. Moreiras
      • Rodrigo Regis dos Santos
      Vale lembrar que a vídeo aula "Curso de Introdução ao IPv6" é licenciado sob a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.

      Clique no link abaixo e assista este excelente trabalho dedicado a introdução ao IPv6.

      25 de maio de 2010

      Como reparar arquivos de dados do Outlook (.PST e .OST)

      Atualizado em 11/02/2015

      Dica válida para o Microsoft Outlook 2013, 2010, 2007 e anteriores.


      Uma das mais famosas soluções encontradas hoje para o gerenciamento local de emails é sem dúvida o Microsoft Outlook.

      O Outlook armazena todos os e-mails e contatos do usuário num arquivo chamado Arquivo de Pastas Particulares (arquivo com extensão PST). Com o passar do tempo, é possível que este arquivo possa vir a se corromper.

      Já o arquivo ".OST" é usado em ambientes corporativos, ou seja, quando o Outlook está conectado ao Microsoft Exchange Server. O arquivo "OST" permite ao usuário acessar os e-mails recebidos e enviados mesmo quando o computador estiver offline.

      Por isso, não é incomum encontrarmos usuários desesperados porque não conseguem mais acessar seus emails, desde os recentes até aos mais antigos, alguns datando da "época dos dinossauros".

      O que alguns talvez não saibam é que a Microsoft disponibiliza uma ferramenta que já vem incluída com a instalação do Outlook. Esta ferramenta chama-se "SCANPST".

      A ferramenta corrige arquivos de dados ".PST" e ".OST" do Microsoft Outlook.

      Como executar a ferramenta SCANPST

      24 de maio de 2010

      Desligue ou reinicie um computador local ou da rede através do comando shutdown


      Dicas válidas para todos os sistemas Windows



      O uso do comando Shutdown é interessante para as seguintes situações:
      • Programar seu computador para se auto-desligar ou auto-reiniciar em XX minutos/horas.
      • Desligar ou reinicializar um computador remotamente, dispensando a necessidade de ir até o referido micro e desligá-lo.
      • Reiniciar um servidor remotamente para que importantes atualizações (updates) sejam aplicadas.
      • Forçar o desligamento ou a reinicialização de um computador quando há processos em memória que impedem o micro de ser desligado ou reinicializado pelo método convencional.
      Logicamente, com o uso de softwares de acesso remoto tais como UltraVNC e TightVNC (além da própria ferramenta nativa do Windows "Conexão de Área de Trabalho Remota"), desligar ou reiniciar um computador através da rede ficou fácil demais. No entanto, podem ocorrer casos em esses programas não foram inicializados, estão corrompidos ou foram desinstalados em alguns computadores de sua rede. Daí, "dar um shutdown" vem bem a calhar.

      Inicialmente vou explicar o uso do comando Shutdown em um computador local. Em seguida vou explicar como desligar ou reiniciar um computador remoto (computador da rede).

      Executando o comando SHUTDOWN em um computador local

      21 de maio de 2010

      Resolva o problema: "processo SPOOLSV.EXE consumindo 100% de processamento (CPU)"


      Dica válida para Windows 7, Vista, Server 2008, XP e Server 2003.



      Nas minhas andanças nas empresas onde presto suporte técnico, normalmente me deparo com usuários reclamando de lentidão excessiva em suas estações.

      Como de costume, dou uma verificada no Gerenciador de tarefas do Windows a fim de identificar se existe algum processo que esteja consumindo excessivamente poder de processamento (CPU) ou memória.

      Daí, vez por outra, percebo que o processo spoolsv.exe está consumindo absurdos 99% de uso de CPU. Com isso não é de admirar que o computador fique absurdamente lento, tendo em vista que o processador está completamente ocupado com o referido processo.

      O processo Spoolsv.exe está diretamente relacionado com o serviço SPOOLER DE IMPRESSÃO. Isto significa que se o processo Spoolsv.exe for finalizado, o usuário não poderá trabalhar com a sua ou suas impressoras, sejam elas locais (instaladas no próprio micro) ou instaladas em outro computador (acesso através da rede).
      A pergunta que fica é: Como podemos resolver isso? 

      SPOOLSV.exe consumindo praticamente 100% de CPU
      Processo SPOOLSV consumindo praticamente 100% de processamento
      (Clique na imagem acima para ampliar)


      Solucionando o problema no processo SPOOLSV.exe

      18 de maio de 2010

      Parte 6 - Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida

      Se nem a reparação do sistema resolver seu problema, então você deve considerar alguns pontos:

      • Será que na realidade existe um problema de hardware no computador?

      Já vi alguns casos em que o técnico executa as soluções FIXBOOT, FIXMBR, CHKDSK, REPARAÇÃO DO SISTEMA e quando pensa que o problema acabou, repentinamente o Windows deixa de inicializar ou apresenta a famigerada Tela Azul da Morte.

      É chato quando o técnico, após realizar inúmeras tentativas de reparação sem sucesso, descobre que o problema tratava-se apenas de um pente de memória RAM defeituoso.

      Por isso, uma dica:
      Eu particularmente, quando detecto que logo na inicialização o Windows apresenta a "Tela azul da morte" que NÃO contenha uma das mensagens de erro apresentadas nesta série de artigos, não perco tempo! Retiro a memória (ou as memórias se for o seu caso) e instalo outra que tenho certeza de que esteja funcionando normalmente. Daí ligo o computador e verifico se o problema acabou. Se por acaso o defeito foi encerrado, certamente a memória ou uma das memórias retiradas encontra-se defeituosa.
       
      Evidentemente uma memória defeituosa é apenas um dos vários tipos de problemas de hardware que podem existir. Brevemente vou postar dicas de como identificar e resolver problemas tanto a níveis de hardware como de software.

      • Será que o sistema operacional está com algum malware (vírus) que esteja impedindo o Windows de ser "ressuscitado"?

      Se for esse o caso, considere a possibilidade de instalar o disco rígido (HD) como secundário em outro computador que esteja funcionando normalmente e a partir deste execute um bom anti-malware (antivírus) sobre o HD com Windows "bichado".

      Ou então, se preferir, faça backup dos dados importantes e........ formate o HD. (Fazer o que, não é?)

      Este é o fim da série de artigos "Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida".

      Creio que muitos serão beneficiados em aplicar os conhecimentos destes posts, seja em seu trabalho, seja em casa no seu computador pessoal.

      Espero ter contribuído ao seu conhecimento.

      Este post lhe foi útil? Então não deixe de postar o seu comentário. Ele é muito importante!




      Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

      17 de maio de 2010

      Parte 5 - Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida (Reparação do sistema)

      Bom, anteriormente fiz três postagens dedicadas ao Console de Recuperação e mostrei como esta ferramenta é útil para recuperarmos o Windows XP e Server 2003 de "desastres" tais como a não inicialização do sistema operacional. Consulte os posts abaixo:

      Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida – parte 2
      Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida – parte 3
      Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida – parte 4

      Quando o problema não pode ser resolvido através do Console de Recuperação, então está na hora de executar a reparação do sistema.

      A reparação do sistema nada mais do que uma reinstalação do Windows XP/Server 2003, porém  sem haver perda de dados. Em outras palavras, todos os arquivos do Windows presentes no computador serão substituídos por novos arquivos provenientes do CD de instalação, mas com a condição de que todos os arquivos do(s) usuário(s) serão mantidos, ou seja, seus documentos, músicas, filmes, fotos, etc não serão deletados.

      Além disso, todos os drivers e softwares da instalação original serão preservados. Portanto, não será necessário reinstalar os mesmos.

      E ainda, todas as configurações serão mantidas. Isto inclui as configurações de endereçamento IP, contas de emails do Outlook, Catálogo de endereços, Favoritos do Internet Explorer, definições de pastas, etc.

      Este procedimento é útil quando um ou mais arquivos importantes do Windows encontram-se corrompidos e conseqüentemente impedem o sistema operacional de ser executado normalmente, porém, preservando todos os perfis existentes e demais arquivos não relacionados com a instalação do sistema operacional. 
      Isto dispensa a formatação.

      OBSERVAÇÃO: Por exemplo: Se a versão atual de seu Windows XP for Service pack 3 (SP3) e você executar a reparação com o CD de instalação da versão SP2; após a reparação, seu Windows XP regredirá (downgrade) para a versão SP2.
      O mesmo ocorrerá com o Internet Explorer 7.0 e 8.0. Após a reparação, seu Internet Explorer passará para a versão 6.0.

      Executando a Reparação do Sistema

      12 de maio de 2010

      Parte 4 - Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida (Corrigindo erro no arquivo hal.dll)

      Como vimos nos posts anteriores, com o Console de Recuperação podemos resolver diversos problemas, em especial aqueles que impedem o Windows XP e Server 2003 de serem inicializados.

      Hoje veremos a solução de mais uma medonha mensagem de erro:
      • "O Windows não pôde ser iniciado porque o seguinte arquivo está ausente ou corrompido:
        \system32\hal.dll
        . Instale novamente uma cópia do arquivo acima"
      Erro no arquivo HAL.DLL
      (Clique na imagem para ampliar)

      Conforme a própria mensagem de erro informa, ocorreu algum problema com o arquivo hal.dll que se encontra localizado no caminho Windows\system32. Ou o arquivo encontra-se corrompido ou por algum motivo foi excluído. Visto que hal.dll é um dos arquivos vitais para a inicialização do Windows, devemos tentar corrigir este erro.

      Mas também existe o caso em que o arquivo hal.dll não apresenta qualquer tipo de problema e mesmo assim esta mensagem de erro aparece. Isto acontece porque hal.dll está de alguma forma relacionado com o arquivo boot.ini localizado na partição de sistema (em geral encontra-se na partição C:).

      O arquivo boot.ini contém a lista de sistemas operacionais de seu computador. Por exemplo: digamos que seu computador possua dois sistemas operacionais: Windows XP e Windows 2000. Segundos após ligar seu micro surge uma pequena lista contendo o Windows XP e o Windows 2000 para que você possa escolher em qual dos dois sistemas você deseja iniciar seu computador.
      Se o arquivo boot.ini estiver com algum problema, a mensagem de erro que estamos considerando neste post também poderá aparecer.

      Para tentarmos corrigir esta falha devemos executar os procedimentos abaixo na seguinte ordem:

      1. Copiar o arquivo hal.dll para a subpasta System32 que está no interior da pasta Windows.
      2. Se o problema não for resolvido com o passo acima, executar o comando BOOTCFG para reconstruir o arquivo boot.ini que está localizado na partição de sistema, que em geral é a unidade "C:"

      Corrigindo a falha do arquivo HAL.DLL

      10 de maio de 2010

      Parte 3 - Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida (corrigindo o erro “Falta NTLDR”)

      Começamos a estudar no post anterior o Console de Recuperação e vimos como ele é útil para resolvermos problemas. Veremos hoje como corrigir outro tipo de erro:

      • Windows não inicializando e apresentando a mensagem de erro: Falta NTLDR.

      Definitivamente esta mensagem irrita e já irritou muita gente! Conheço muitos amigos que ao terem visto este erro fizeram a dolorosa tarefa de reinstalação do Windows o que como vimos, pode consumir muito tempo. E pensar que com a execução de simples comandos podemos ressuscitar o Windows com muito pouco esforço e estresse.

      O que significa o erro “Falta NTLDR”?

      Este problema ocorre quando o arquivo NTLDR está corrompido ou ausente. Ele se encontra na partição de sistema. Como em muitos computadores o disco rígido é configurado como uma única partição, geralmente esse arquivo fica “escondido” na unidade “C:”. Mas se o HD de seu micro está dividido em partições, pode ser que ele esteja localizado em outra unidade.

      Eu disse ainda a pouco que esse arquivo fica “escondido”, não é mesmo? Eu disse isso porque o Windows entende que NTLDR é um dos arquivos protegidos do sistema operacional. Sem ele o Windows não pode ser carregado. Portanto se algum dia você desejar visualizar esse e outros arquivos protegidos em seu computador, você deve fazer duas configurações:

      1. Configurar o Windows Explorer para “Mostrar pastas e arquivos ocultos”.

      2. Desmarcar a opção “Ocultar arquivos protegidos do sistema operacional (recomendado)
      Ao realizar essas configurações visualize sua unidade RAIZ (C:, D:, etc.)

      Exibindo arquivos protegidos do sistema operacionalArquivos protegidos sendo exibidos
      Quase todos os arquivos ocultos acima são vitais para a perfeita inicialização do sistema operacional.
      (Clique nas imagens acima para ampliar)

      Como resolver o problema “Falta NTLDR

      7 de maio de 2010

      Parte 2 - Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida (FIXBOOT e CHKDSK)

      No post anterior vimos a opção Última Configuração Válida. Hoje trataremos do seguinte assunto:

      Console de Recuperação

      O Console de Recuperação é uma útil ferramenta para resolvermos problemas tais como:
      • Windows XP/Server 2003 não inicializa e ainda apresentando tela azul de erro ("Tela Azul da Morte") contendo, por exemplo, a mensagem "UNMONTABLE_VOLUME_BOOT".
      • Windows XP/Server 2003 reinicializando automaticamente antes de mostrar a área de trabalho.
      • Windows XP/Server 2003 demorando muito para inicializar.
      • Outras anormalidades durante a inicialização
      Se a opção Última Configuração Válida não resolver o problema, então é hora de executar o console.
      Eu particularmente conheço bons profissionais, mas que infelizmente desconsideram o poder que esta ferramenta oferece e acabam gastando muito tempo reinstalando o sistema operacional. Mas acredite! Alguns problemas podem ser rapidamente resolvidos com a execução de apenas um único comando.

      OBSERVAÇÃO: É possível que você esteja enfrentando os problemas listados acima e que mesmo tendo executado os comandos do Console de Recuperação o defeito persista. No entanto, tenha em mente que o console é apenas uma opção a ser considerada a fim de verificar se o problema pode ser resolvido sem a necessidade de realizar grandes intervenções como, por exemplo, uma formatação.

      Usando o Console de Recuperação

      3 de maio de 2010

      Parte 1 - Como trazer seu Windows XP & Server 2003 de volta à vida (Última Configuração Válida)

      Trataremos hoje do seguinte assunto: Recuperação de Falhas do Sistema Operacional.

      Bom, imagine a seguinte cena: você tem um trabalho muito importante da faculdade para terminar e amanhã é o prazo final para apresentá-lo. Você acabou de chegar em casa. São exatamente 22:00 horas. Você liga o computador e uma medonha tela aparece! A terrível BLUE SCREEN OF DEATH; também conhecida como "Tela Azul da Morte"! Com isso você nota que o Windows não pode mais ser  inicializado. E agora? O que fazer? Formatar a esta hora da noite?
      Esteja certo (a) de uma coisa. Dependendo do tipo de problema, é possível que a execução de apenas um único recurso resolva a situação.

      O mesmo se dá com um servidor numa empresa. Visto que um verdadeiro servidor foi projetado para trabalhar sete dias por semana, 24 horas por dia; ele não pode ficar "parado" por muito tempo ao sofrer uma falha. Daí a necessidade de conhecer os procedimentos envolvidos na recuperação desses "desastres". Formatar, instalar o Windows, os drivers, os softwares e os serviços do servidor; todo este processo é muito demorado e deve ser executado somente em último caso.

      Principais procedimentos relacionados à recuperação de falhas:

      OBS: Realize os procedimentos nesta ordem
      1. Última configuração válida
      2. Console de recuperação
      3. Reparação do sistema

      Última Configuração Válida

      28 de abril de 2010

      Instalando o Console de Recuperação (Execute os comandos FIXBOOT, FIXMBR, etc; sem o CD do Windows)

      Dica válida para Windows XP e Server 2003.

      Última atualização: 10/12/2010

      O Console de Recuperação é uma ferramenta muito útil para usuários avançados e profissionais residentes que prestam suporte técnico em empresas. Mas o que é o Console de Recuperação?
      Bom, não é nenhuma novidade para nós que mais cedo ou mais tarde o Windows XP/Server 2003 apresentará problemas, desde lentidão, travamentos, podendo chegar à famosa “Blue Screen of Death” (Tela Azul da Morte), impedindo que o Windows seja carregado ou fazendo o mesmo ser inicializado anormalmente.

      Para resolver tais problemas, muitas vezes executamos comandos como o FIXBOOT, FIXMBR E CHKDSK. Visto que a maioria desses comandos encontra-se no CD de instalação do Windows XP/Server 2003, é necessário inicializar o computador a partir do CD e pressionar a tecla "R" para acessarmos o Console de Recuperação.

      Nesta tela podemos escolher o Console de Recuperação
      Primeira tela que surge ao iniciar o computador pelo CD de instalação do Windows XP/Server 2003
      (Clique na imagem para ampliar)

      Imagine a seguinte cena: Uma empresa dona de 150 computadores sendo que apenas os dez servidores da corporação e cinco estações de trabalho possuam drive de DVD/CD. Isto significa que as 125 estações restantes quando tiverem problemas que necessitem do Console de Recuperação, precisarão de um Leitor de CD para acessarem o console residente no disco de instalação do Windows.

      Então concluímos que termos o Console instalado em nosso sistema operacional torna muito mais prático a execução do suporte técnico.

      Observação importante
      :
      No Windows 7/Server 2008 R2 o Console de Recuperação é parte integrante destes sistemas. Basta pressionar a tecla F8 antes da inicialização do Windows 7/Server 2008 R2 e em seguida selecionar Reparar o Computador.

      Instalando o Console de Recuperação

      26 de abril de 2010

      A arte de elaborar um bom currículo

      Hoje vou abordar um tema muito importante. Como desenvolver um bom currículo.

      O currículo pode ser chamado de “chave que pode abrir portas”. Como assim? Podemos chamá-lo de chave porque ele pode figurativamente “abrir as portas” das empresas para nos convidarem para uma entrevista que em geral é o início de um processo seletivo.

      Se o currículo NÃO contiver as informações necessárias ao entrevistador e, além disso, não estiver visualmente atraente, as chances de uma entrevista podem cair totalmente por terra.

      Eu costumo dizer que desenvolver um bom currículo é uma arte. Isso mesmo! Criar um currículo atraente requer conhecimento, atenção e muita paciência, visto que, dependendo do currículo, pode-se levar literalmente horas para concluí-lo.

      Vamos às dicas!